BUSCAR NO SITE
MEU CARRINHO
0 itens em seu carrinho


Cadastre seu e-mail e receba notícias e novidades da Irrimeq:
Inscrever
Remover meu e-mail
Web site » Notícias » Irrigação minimiza prejuízos nas culturas de frutas no oeste do Paraná » Sol e chuva causam prejuízos para as frutas


Publicada em 21/01 15h57

 Um ano em que os produtores de grãos comemoram a ajuda do tempo para o desenvolvimento das culturas, com muito sol e chuva, o que faz com que as plantas se desenvolvam e consequentemente a produção seja superior a esperada, os fruticultores estão com sérios problemas na sua produção. O sol muito forte e as chuvas que caem quase que diariamente na região tem prejudicado, e muito, a produção de melões e melancias, frutas da época e que ocupam muitas áreas na região.
Esse clima com calor e umidade faz com que as frutas cozinhem de uma certa forma, prejudicando a sua qualidade. O agricultor Agenor Gonçalves dos Santos, na com unidade de Rio da Prata, em Santa Izabel do Oeste teve perda estimada em 60% da produção, em função desses fenômenos climáticos. "Esse ano está muito difícil, tivemos problemas já na época do plantio, o nascimento aconteceu com um mês de atraso, o excesso de chuva em dezembro e o calor escaldante de janeiro fizeram com que as frutas perdessem a força, sabor e não se desenvolvessem", afirma Agenor, que cultiva cerca de dois alqueires de terra com frutas. 
O problema já tem reflexo pela frente e os consumidores já conseguem sentir a diferença no preço, que teve aumentos consideráveis nas últimas semanas.  

Irrigação
Alguns produtores não enfrentaram esses problemas e comemoram o aumento no preço das frutas, São produtores que possuem o sistema de irrigação, a exemplo de José Carlos dos Santos, que possui uma área de 2,5 alqueires, também na comunidade do Rio da Prata, onde produz frutas e verduras, irrigados, minimizando os efeitos do calor. José Carlos diz que já perdeu muita produção antes de começar a irrigar as plantas e por isso tomou essa atitude. "Sem comentários, o que eu já perdi de frutas e verduras essa época, por isso decidi instalar pela irrigação, hoje é tudo mais tranquilo tenho certeza de que vou plantar e o sol não será problema para a colheita", afirma José. 
José ainda usa outra técnica para que o sol não queime os melões que são frutas mais sensíveis, ele enrola o fruto desde pequeno, em papéis o que evita que o sol atinja-os diretamente evitando assim queimaduras na fruta. 
Enquanto alguns estão satisfeitos com a produção e o preço, outros estão desanimados com a colheita e quem também sofre são os comércios atacadistas que revendem as frutas e que não estão encontrando grandes quantidades para compra, isso faz com que as frutas cheguem com preço elevado ao mercado, frutas estas, muito procuradas pelo consumidor. 

Jornal Novo Tempo

Qui, 20 de Janeiro de 2011 13:41
Tania Santor






Deixe o seu comentário

Digite seu nome: *
Seu e-mail: *
Seu telefone: opcional
Sua mensagem: *